Entrevista a Hélène Abraham, representante da administração da Transavia France


entrevista realizada para o site Low Cost Portugal

O ano de 2011 foi de expansão da Transavia francesa em Portugal. Porto, Funchal e futuramente Lisboa são opções da companhia low fare do grupo Air France / KLM. Aproveitando a vinda ao Porto de Hélène Abraham, representante da administração da companhia, realizamos uma entrevista sobre os temas actuais e desenvolvimentos esperados para 2012.

Para além da rota nova Lisboa – Nantes, e aumento de voos em ligações do Porto, a Transavia.com poderá apresentar mais alguma novidade para a temporada de verão 2012?

Portugal é o terceiro mercado da Transavia France. É um destino importante e de sucesso para a nossa companhia. Desde o primeiro voo em 12 de Maio de 2007, temos vindo constantemente a aumentar número de voos e rotas entre Portugal e França, Madeira incluída. Estamos sempre a adaptar a oferta à procura e, por isso, podemos vir a melhorar voos assim que surja a oportunidade.

França é um bom mercado para o aeroporto do Porto. Futuramente podemos ver a Transavia.com a apostar em rotas deste para Lille, Lyon e marselha que são outros destinos franceses da companhia?

A nossa frota de Boeing 737-800 está baseada no aeroporto Paris Orly. Tem o limite de 8 aviões no inverno e 10 no verão. Além da nossa base principal temos uma aeronave em Nantes e outra em Lille. O Boeing colocado em Lille opera em exclusividade para  a Thomas Cook.

Por agora, não temos planos para abrir novas rotas para o Porto. Continuaremos a apostar nos voos bi-diarios para o Paris, os dois voos semanais de Nantes e as ligações diárias entre a cidade e o Funchal.

Com 1.4 milhões de passageiros transportados no verão, a Transavia.com tem planos para expandir a sua frota e rotas no verão e inverno 2012?

Devido à crise económica que assola e Europa, não temos planos de expansão de frota para 2012. No verão vamos incorporar mais rotas como são caso Nantes – Lisboa e voos para Chipre.

A Transavia.com tem crescido substancialmente no Porto. Seria realista o cenário da companhia basear um ou 2 aviões no Porto e crescer em rotas e passageiros?

Não temos planos para tal. A Transavia France só tem uma base: Paris Orly.

A Transavia francesa vai passar a voar para Lisboa. Faro poderá ser um próximo destino?

Temos operações charter para Faro no verão, operados para o Club Méditerranée. Não temos previsto o inicio de voos regulares para este destino.

Qual é a opinião da Transavia.com quanto aos subsídios recebidos por companhias low cost e regulares para o aumento de tráfego em aeroportos por programas como o iniciative.pt?

Não tenho comentários a fazer sobre esse programa. Um destino necessita de ser promovido e é bom saber que o governo português tem a iniciativa de o fazer. As nossas campanhas de publicidade em França representam uma parte do investimento e Portugal é um dos países incluídos. Trabalhamos com operadores turísticos, mas também com associações e instituições de Turismo de forma a promover o melhor possível o destino.

Mais entrevistas exclusivas Low Cost Portugal aqui.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.