A contemporaneidade de Johann Sebastian Bach


Johann Sebastian Bach , foi o nome maior homenageado na terceira edição dos “Dias da Música” que decorreram no passado fim-de-semana no Centro Cultural de Belém .

A herança de Bach viveu ao longo dos séculos na interpretação erudita. Contudo, a adaptação do trabalho a valores contemporâneos tem sido uma constante, o que demonstra a riqueza e exuberância do interior criativo do autor.

Para ouvir, quatro exemplos. A música de Bach faz sentido com instrumentos eléctricos no jazz de fusão praticado pelos Bach to the Future. Hughes de Courson e os Camerata Brasil já demonstraram que podem-se construir pontes entre o Barroco e estilos étnicos, neste caso africano e brasileiro. Por fim, o jovem Léo revela a universalidade das composições de Bach ao adaptar a peça “Minueto em Sol Maior” à guitarra portuguesa.

As recriações “bachianas” são mutações naturais ou heresias culturais?

Bach to the Future – Jesu, Joy of Man’s Desiring

Hughes de Courson Bach to Africa – sakanda+lasset uns der nicht zerteilen

Camerata Brasil – Bach in Brazil – Invenção de duas partes nº 8

Léo – Guitarra Portuguesa

Artigo publicado no Do Vinil ao Digital a 28.04.2009

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.