5 formas de acompanhar o Tour de France 2009


[este artigo foi originalmente publicado no blog Twitter Portugal a 22.07.2009]

O Tour de France de 2009 tem a sua etapa final já no próximo Domingo. Este ano, a cobertura na prova diversificou-se na Internet, Web 2.0, “social web” ou como lhe quiserem chamar. Vejamos alguns exemplos.

1. Twitter

A Astana, a equipa do português Sérgio Paulinho, está em peso na rede de micro-blogging. Lance Armstrong, Levi Leipheimer (que abandonou a corrida), Johan Bruyneel (director desportivo) e o perfil institucional TeamAstana são algumas das formas de acompanhar por dentro o espectáculo velocipédico. O vencedor do Tour 2008, Carlos Sastre (Cervélo TestTeam) também lança as suas “twitadas”.

Uma boa forma de acompanhar a prova via Twitter é seguir as “hastags” #tourdefrance ou #tdf. Amadores e profissionais como DailyTour e Frank Steele animam a cobertura da prova por este micro-meio.

2. Blogs

O regresso ás “ciclo-lides” de Lance Armstrong foi um dos motivos da “webização” da prova. No blog da sua fundação, deixa um pouco das experiências diárias. Existem também blogs/sites com cobertura esclusiva da corrida como o TDF e o Velonews. Este último, á semelhança do desporto futebolístico, tem uma janela onde segue as etapas ao vivo com escrita.

Ah, não esquecer a “papinha feita” para jornalista ou seguidor ver/ouvir realizada pela equipa SaxoBank no blog Taking the Lead. Uma forma de inovar na promoção da marca que paga a equipa.

3. Mapas

No ano passado a Google realizou uma edição especial do Street View para a prova. Em 2009 não temos o envolvimento da empresa de Larry Page e Sergey Brin, mas não deixam de haver mapas disponíveis. Pode seguir a cartografia da corrida na Versus ou mesmo no Google Earth graças a Thomas Vergouwen.

4. iPhone

Este ano houve uma aplicação para seguir o Tour via iPhone: o iTour. O futuro passa pela internet nos smartphones e os média, “prosumers” ou marcas, têm que acompanhar a tendência. E não sou eu que o digo.

5. Portugal

O João Pedro Mendonça da RTP está a proporcionar um caso que interessa relevar. Através do perfil @rtptour do Twitter, interage com o público na cobertura diária da prova. Uma experiência a reter.

As “boas práticas” assinaladas neste artigo ficam como sugestão para departamentos de comunicação das equipas/marcas, média e mesmo seguidores da 71ª Volta a Portugal, que se inicia a 5 de Agosto. Quem será o primeiro a avançar e a dizer: sigam-me na “social web”?

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.